tratamento de efluentes

Descarte de Resíduos Industriais

É muito comum que as etapas que envolvem o processo de gerenciamento de resíduos industriais variem de acordo com o ramo de atividade da empresa ou indústria.

A empresa de gerenciamento de resíduos industriais deve avaliar o local, os tipos de resíduos gerados e as normas vigentes. Esse serviço demanda tempo, dedicação e conhecimentos específicos sobre as leis que regem o controle sobre os resíduos gerados pelas grandes indústrias.

Em uma empresa de gerenciamento de resíduos industriais, os clientes podem encontrar profissionais qualificados e experientes nesse tipo de atividade. A classificação de resíduos industriais para descarte é muito importante para o meio ambiente, e deve ser observados por todas as empresas para evitar sanções.

A intensa atividade industrial gera uma grande quantidade de resíduos industriais, que na maioria das vezes não é descartado de forma ambientalmente correta.

Pensando nisso, o Ministério do Meio Ambiente – MMA e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA, para reduzir a produção e destinação inadequada de resíduos industriais, desenvolveu um inventário nacional.

Quais As Consequências Do Descarte Incorreto?

Nós não apenas realizamos a coleta dos resíduos industriais, mas também cuidamos do tratamento e destinação final destes.

O sistema é especificado para cada parceiro pois varia conforme o tipo de material que será manejado. Ainda existem outras classificações de acordo com a origem dos materiais (resíduos hospitalares, agrícolas, industriais, domiciliares, de varrição, comerciais e etc.), o tipo (recicláveis e não recicláveis) ou a composição química.

empresa de tratamento de efluentes

No entanto, somente a identificação conforme a periculosidade pode indicar os cuidados que devem ser tomados para cada tipo de resíduo. E isso deve ser feito desde a alocação em embalagens e transporte, até os procedimentos viáveis para reciclagem, tratamento e destinação dos resíduos.

Como dissemos anteriormente, os resíduos industriais devem ser descartados mediante as diretrizes de um plano de resíduos industriais, que os classifique e estude os tratamentos mais adequados.

O descarte de resíduos industriais da forma correta não só contribui com a manutenção do meio ambiente e do bem-estar da comunidade como fortalece a gestão da companhia por meio de uma postura alinhada com as demandas de sustentabilidade do presente. Para que eles sejam descartados corretamente, é preciso fazer um plano de gestão de resíduos, baseado na classificação desses materiais.

A partir disso, são definidas etapas de manipulação, armazenagem, coleta, transporte e destinação de acordo com cada tipo de resíduo gerado. Eles têm características que tornam o descarte comum inviável em corpos d’água ou na rede pública de esgoto.

Lucrar Com Resíduos

A preocupação com o descarte correto dos resíduos industriais é uma responsabilidade das empresas em relação à proteção do meio ambiente e da saúde pública. Mas, além disso, quando não for feito o descarte correto à empresa poderá sofrer implicações que afetarão seu negócio, como a perda de clientes ou punições legais.

O setor de tratamento de resíduos industriais brasileiro tem potencial para gerar R$ 1 bilhão por ano. Focando a pegada ambiental das empresas, a grande preocupação está no que diz respeito à destinação dos resíduos. Dependendo da forma como são descartados no meio ambiente, podem ocasionar graves impactos ambientais, como a contaminação do solo, água e ar.

A gestão de resíduos, no entanto, envolve o mapeamento dos processos de uma empresa, a análise dos rejeitos gerados por cada processo, como também a classificação e quantificação dos mesmos, o armazenamento e identificação, e então a destinação.

Pelo tipo de resíduo é possível criar um plano de armazenamento que não atrapalhe a produção, que utilize do menor número de equipamentos possível e no qual o processo de acondicionamento seja o mais eficiente pensando tanto nos processos envolvidos, quanto na segurança. Grandes cidades como São Paulo e Região Metropolitana, que possuem um grande parque industrial, geram diariamente grandes quantidades de resíduos de todo o tipo.

Como exemplo temos as empresas metalúrgicas que geram vários tipos de resíduos sólidos e líquidos que vão desde rebarbas de peças da linha de produção, até o óleo que é trocado das máquinas e motores e usado para lavagem de peças. Um descarte incorreto de detritos pode trazer grandes riscos às produtoras destes e por esse motivo a coleta de resíduos industriais se torna tão importante.

Resíduos Industriais De Classe

Já os da classe II A (resíduos não perigosos e não inertes) não possuem os aspectos de periculosidade, podendo apresentar características de combustão, biodegradabilidade e solubilidade em água.

Os materiais desta classe podem oferecer outras propriedades, sendo biodegradáveis, comburentes ou solúveis em água, por exemplo. É importante ressaltar que os resíduos dessa classe merecem tanta cautela para destinação e tratamento quanto o resíduo classe I.